Iniciativas Empresariais 2019


As Iniciativas Empresariais (iE) são uma plataforma que reúne empresas de diferentes setores para a produção coletiva de conhecimento aplicado e troca de experiências, a fim de transformar os desafios da sustentabilidade em oportunidades de criação de valor para os negócios. Cinco temas em especial foram enfocados nos últimos anos nas iE, por serem materiais aos negócios e por apresentarem dilemas e desafios na fronteira do conhecimento científico e aplicado: avaliação de ciclo de vida de produtos, mudanças climáticas, desenvolvimento local, gestão sustentável da cadeia de valor, e valoração de serviços ecossistêmicos.

A partir de 2019, esses temas passaram a ser trabalhados de forma integrada, a partir de uma visão sistêmica sobre desafios comuns às empresas membro, enfrentados para que aspectos socioambientais sejam de fato combinados à perspectiva econômico-financeira nas tomadas de decisão sobre produtos, processos e investimentos. Nessa toada, outros conhecimentos são demandados, junto aos cinco mencionados, já que a realidade é complexa e essencialmente transdisciplinar. Assim, os participantes das iE em 2019 percorreram uma trajetória desafiadora em seus: objeto – desafios reais, enfrentados nas organizações -, forma – processo de construção coletiva que exigiu dedicação e investimento de múltiplas competências -, e conteúdo – integração de diferentes temas, áreas, campos, deixando de lado a organização cartesiana do conhecimento.

Membros 2019

Desafios


Junto aos/às representantes das empresas membro, foram redigidos 3 desafios a serem trabalhados ao longo do ano, os quais relacionam-se aos seguintes temas:

  • contas empresariais e aspectos socioambientais (desafio 1);
  • desenvolvimento territorial, governança e ODS (desafio 2); e
  • gestão de portfólio de produtos e pensamento de ciclo de vida (desafio 3)

Ao longo do percurso de aprofundamento da compreensão dos desafios, acesso a conteúdos, conversas com especialistas, troca de experiências e co-criação de contribuições, ‘o que’ os grupos produziriam coletivamente, como contribuição para que o setor empresarial avance frente aos três desafios em foco, foi se formando e transformando, até chegar aos produtos lançados e disponíveis para download nessa publicação:

  • Desafio 1: narrativas para a venda interna, nas empresas, de projetos de sustentabilidade.
  • Desafio 2: instrumental para planejamento do desenvolvimento local em conjunto com os atores presentes em um mesmo território, a partir dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).
  • Desafio 3: jogo de tabuleiro direcionado às áreas envolvidas na gestão de portfólio de produtos, a fim de promover a compreensão sobre a importância do pensamento do ciclo de vida.

Inspirações Metodológicas


As iE tiveram, em 2019, seu eixo de ensino-aprendizagem para sustentabilidade fortalecido. Eixo este pautado no olhar integral para o ser humano; na atenção para as relações com Si mesmo, com o outro e com o todo; na compreensão de que a aprendizagem se dá pela experiência, pelo conhecimento e pela sensibilidade. Uma formação integrada para sustentabilidade compreende o rompimento de um paradigma educacional simplificador e reducionista (segmentação do conhecimento em disciplinas e exclusão do sujeito do processo) e convida a todos envolvidos a considerar a complexidade que a vida nos impera (complexidade como aquilo que é tecido junto, não como aquilo que é complicado).

Como grande inspiração metodológica, que nos convida a aprender e atuar a partir do futuro emergente e não do passado, adotamos a Teoria U. Desenvolvida por Otto Scharmer e outros pesquisadores da área de Aprendizagem e Mudança Organizacional do MIT, a Teoria U parte da ideia central de que: “o sucesso de uma intervenção depende da condição interior do interventor”. O movimento em U propõe que, ao invés de seguirmos uma linha reta para resolver um determinado problema de alta complexidade, buscando apenas referências já existentes, padrões, conhecimentos e experiências do passado, que haja um aprofundamento, um olhar e um sentir mais atentos ao todo para, então, chegar aos protótipos e soluções. Os três principais momentos do processo em U - descida, fundo e subida - caracterizam-se pelas fases do sentir (descobrir a realidade e enxergar o sistema do qual somos parte), presenciar (alcançar uma clareza profunda sobre o próximo passo) e atuar (cristalizar os conhecimentos em ações; agir em um momento).

Percurso


O ciclo 2019 das iE traduz-se no trajeto representado abaixo, percorrido pelos grupos dos três desafios - os encontros em preto são encontros comuns aos 3 grupos dos desafios; os encontros numerados acontecem em momentos diferentes para cada desafio.

DESAFIO 1: CONTAS EMPRESARIAIS E ASPECTOS SOCIOAMBIENTAIS

O grupo de empresas que enfrentou este desafio dedicou-se à construção de narrativas efetivas para a "venda" de projetos de sustentabilidade para lideranças e outras áreas de negócios, buscando priorizar investimento corporativo em iniciativas com aspectos socioambientais relevantes para a própria empresa, e para seus stakeholders

Saiba Mais

DESAFIO 2: DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL, GOVERNANÇA E OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (ODS)

O grupo de empresas deste desafio dedicou-se a pensar contribuições para a constituição de uma agenda de desenvolvimento territorial baseada nos ODS, com a participação dos atores presentes em um mesmo território (setor empresarial, governos e sociedade civil). Criaram, então, um instrumental para elaboração de um diagnóstico municipal com base nos ODS e identificação das interconexões e relações entre as metas.

Saiba Mais

DESAFIO 3: GESTÃO DE PORTFÓLIOS DE PRODUTOS E PENSAMENTO DE CICLO DE VIDA

O grupo de empresas envolvidas neste desafio se dedicou ao desenvolvimento do "Jogo do Ciclo - suas escolhas, nossas consequências", um jogo para mobilizar e inspirar as decisões dos colaboradores com influência sobre os portfólios de produtos das empresas, a partir da integração do pensamento de ciclo de vida nesses processos.

Saiba Mais